terça-feira, 21 de abril de 2009

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Só você...


Por Você
Eu dançaria tango no teto
Eu limparia
Os trilhos do metrô
Eu iria a pé
Do Rio à Salvador...
Eu aceitaria vida como ela é
Viajaria a prazo
Pro inferno
Eu tomaria banho gelado
No inverno...

Por Você!
Eu deixaria de beber
Por Você!
Eu ficaria rico num mês
Eu dormiria de meia
Prá virar burguês...
Eu mudaria
Até o meu nome
Eu viveria
Em greve de fome
Desejaria todo o dia
A mesma coisa...

Por Você! Por Você!
Por Você! Por Você!
Por Você!
Conseguiria até ficar
todo o céu
De vermelho
Eu teria mais um coelho..
Eu aceitaria
A vida como ela é
Viajaria à prazo
Pro inferno
Eu tomaria banho gelado
No inverno...
Eu mudaria
Até o meu nome
Eu viveria
Em greve de fome
Desejaria todo o dia
A mesma coisa...
Por Você! Por Você!
Você! Por Você
Só por você...

quinta-feira, 9 de abril de 2009

As vezes ...




As vezes as palavras somem, os sorrisos não saem, as idéias se escondem...

As vezes tentamos nos expressar, mas parece que os gestos não fluem, não querem ser exibidos...

As vezes parece que demonstrar o que se sente é a coisa mais difícil do mundo, talvez seja...

Um olhar, talvez mostre tudo, ou, pensa que mostra...

Qual é o valor das palavras?

Uma simples frase jogada ao vento, pode mudar tudo !?

As vezes, palavras são tudo o que se espera de alguém...

E, as vezes, você espera tudo de alguém, menos palavras...

Tem quem não espera nada de ninguém e tem quem só espera...

Pessoas diferentes. Buscas diferente. Esperas diferentes.

Pessoas iguais. Buscas iguais. Esperas, totalmente, iguais.

As vezes as palavras aparecem, os sorrisos saem, as idéias acontecem...

As vezes não tentamos expressar, mas parecem que os gestos fluem, querem, apenas, ser exibidos...

As vezes, demonstrar o que se sente é a coisa mais fácil do mundo, talvez seja...
Aline Lima.

terça-feira, 7 de abril de 2009

Aline...




Aline - Los Hermanos


Oh minha menina és de tudo que mais belo existe

Ver tua beleza é esquecer tudo que há de triste

Tua presença

Aline é tão sublime quanto o mar e o ar

Estar sempre ao teu lado é ser amado e ter pra sempre o teu

Olhar que faz meu bem querer, sustenta meu amor

Que faz com que a cada dia eu te ame mais...

Sei que a tua boca já beijou a outra que não a minha

Sei que já amou a outros quando não me conhecia

Mesmo assim Aline teu carinho me tomou o peito

Hoje sem você não mais consigo ser do mesmo jeito

Então dedico a ti esta canção

tentando em notas dizer

Que eu te amo tanto

Tentando gritar ao mundo

Aline sem você confesso eu não vivo

Sem você minha vida é um castigo
Sem você prefiro a solidão

a 7 palmos do chão

domingo, 5 de abril de 2009

Andando sozinha...


Andando sozinha por um lugar qualquer...
Não há ninguém por perto, ninguém por perto...
só ouço o barulho do vento, das folhas secas, dos meus cabelos se soltando livremente...
O céu está totalmente encantador.
Dono de um mistério incrível e uma beleza hipnotizante.
Sinto coisas boas agora.
Me sinto livre.
Livre de um medo qualquer.
Continuo andando, não sei pra onde, não quero saber onde vou chegar.
Confesso que coisas ruins tentam invadir minha cabeça, mas estou feliz demais
pra qualquer manifestação inoportuna.
Sinto como se fosse o momento mais feliz de toda a minha vida.
Sozinha. Estou completamente sozinha.
Por um momento sinto falta de alguém ao meu lado, mas logo vejo que não
me sinto desprotegida.
Estou parada agora. Só sentindo a brisa leve que está chegando...
Olho pro céu, parece que uma chuva mansa se aproxima ...
Já se passou um bom tempo e nem percebi.
Chuva! Chuva!
Chuva fresca, renovadora...
Gosto de estar aqui e por nada do mundo desejaria estar em outro lugar.
Olho pro lado, não há ninguém...
Meus pensamentos se libertam, minha imaginação voa...
Confesso que tento falar sozinha, mas as palavras não saem...
Parece que tentam impedir que se quebre aqueles sons suaves que posso ouvir...
Ah! A chuva... a chuva vem e leva embora coisas que eu gostaria que se fossem...
Hoje! Hoje sim! Hoje é um dia tão bom...
Tudo que eu mais queria era não vê-lo acabar...
Mas, ele está indo embora...
Hoje... só hoje...
Aline Lima.

sábado, 4 de abril de 2009



Duck e Tobi ♥

Um sábado qualquer...

Oi, hoje é dia 04 de Abril de 2009. É sábado, um sábado qualquer.
Andei um pouco hoje, e acabei lembrando de algumas coisas que vivi, que ouvi, que pensei, sei lá...
Vindo do teatro, olhei para uma casa, e tinha algumas pessoas na porta, as pessoas estavam distribuídas de uma forma estratégica para se bater uma foto...
Sabe essas fotos preta e branca que se encontra em velhos álbuns de família? Então! Essa imagem me renderia uma bela foto assim!
Queria tanto ter uma máquina de tirar fotos, bem na hora. Ou ao menos estar com o celular, maaaaaaaaas, tbm não estava comigo. Que pena.
Andando mais um pouco, Vi uma chácara com uma cavalo lindo, marrom escurro, alto e entroncado.
Lembrei das vezes que fui ao sítio do meu avô...
Meus primos e eu faziam coisas incríveis (pelo menos para nós eram incríveis... =] )
Chegamos a fazer arapuca para capturar galinhas... hahahahaha... Bons tempos...
Antes de chegar em casa, estava reparando no meu colégio, nas árvores próximas...
Lembrando das brincadeiras de criança, das risadas looongas e divertidíssimas... das pessoas mais próximas, dos lugares...
Hoje lembrei de tudo isso... Gostaria de poder colocar fotos e mais fotos aqui... Mas, não tenho nenhuma...
Vai ficar só na lembrança mesmo...
Então, é isso aí...
esse post nem parece ter muito nexo mas, deu vontade de escrever, e aí está =)

Abraço.

Aline Lima