sexta-feira, 30 de outubro de 2009

De pernas para o ar...


De vez em quando, me pego pensando em como tudo pode ser simplificado.
As vezes, complico tanto as coisas, deixo tudo mais difícil e acabo nem percebendo.
Um toque aqui, uma anotação ali, uma palavra melhor, são coisas que deixariam tudo ficar "mais leve".
Gostaria de ter mais criatividade para lidar com as coisas, encontrando, talvez, um caminho menos bagunçado.
Quando minha cabeça começa a pirar então...
Fica tudo muito estranho, as cores se confundem, as idéias se atrapalham...
Demora um pouco para eu tomar rédias da situação, mas bem que já sei que não posso dar asas à essas maluquices repentinas...
Ta, confesso que depois do terremoto cerebral, vem um friozinho bem gostoso na barriga, e um pensamento debochado : "Viu só? Era tudo tão simples..."
Ah, nem sempre consigo deixar as coisas como são e acabo mesmo é deixando tudo de pernas para o ar...




terça-feira, 27 de outubro de 2009



Não, não tem problema.
Eu sei que isso passa, mas eu nao gosto
desse jeito tristonho.
Ah, que isso, vamos lá...
Bota um sorriso no rosto, o dia ta passando,
daqui a pouco a noite chega...
Olha para mim vai, não fica tão calado.
To louca pra te ver feliz, to louca pra te ter pra mim...
O dia começou tão bem, não é agora que as coisas vão desandar...

Também te amo, sabia!?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Heeey, vai lá, viaaaja!


Bom mesmo é começar o dia sorrindo.
Quando bate aquela felicidade inesperada, aquele frio na barriga que só
quem sente pode saber...
É ver a vida com outros olhos, amar cada passo que tenha que percorrer...
Bom mesmo, é abraçar forte, apaixonar-se de longe, amar de perto.
É ter consciência dos erros, é querer extrair algo de bom deles.
Bom mesmo é aprender. Isso mesmo, APRENDER.
É querer falar, é aprender a ouvir...
É parar para olhar pela janela, dar um bom dia animado, transmitir alegria.
Bom é ser quem você é, sem medo do que vai parecer ser.
Booom mesmo é acordar com aquela chuvinha calma, é agradecer por estar vivo.
Vivo, mas vivo mesmo. Ter vida é bem mais do que ter um 'tum tum tum' no peito...
Cada um cria dentro de si um modo de ver a vida, um mode de "ser vida".
Cada um tem o poder de ir tão longe, que quando pára pra ouvir os medos, acaba soltando um:
"Heeey, não viaja!"
Mas, é justamente esse o sentido da coisa!
A vida nos permite isso, sim, nos permite viajar por lugares onde, até quem só preza pelo 'tum tum tum', pode imaginar.
Bom mesmo é acreditar nisso! É viver intensamente, para que isso aconteça, todos os dias.
Bom mesmo é escrever o que vem na cabeça, soltar as palavras, deixar fluir.
Ah! Boom, bom mesmo, é começar o dia sorrindo...