quarta-feira, 14 de julho de 2010

Uma joia rara. Raríssima.


As vezes, coisas tão bobas que acontecem no nosso dia a dia, nos rendem pensamentos, conclusões e, no meu caso, um texto!
Certas coisas a gente carrega desde que nossa personalidade começa a se formar... Algumas coisas a gente vai aprendendo com o tempo, como aprender o que é certo e o que não é, a desenvolver sua maturidade, seu raciocínio... Mas algumas coisas não tem jeito, tá com a gente e ponto.
Tem certas coisas que nem é mais questão de ponto de vista, não tem o que ajeitar... Ou tem?
As vezes as atitudes das pessoas me deixam muito confusa. As vezes a gente faz uma coisa e fala outra, quem é que nunca fez isso sem ao menos perceber? todo mundo faz.
Ta, somos humanos, falhamos e pronto. Todo mundo erra, nao adianta fazer careta e pensar: "Ah, eu nunca fiz isso", faz sim, e ta fazendo agora pensando isso! ;)
Há certas coisas que não tem como cobrar das pessoas, porque elas não têm!
Pronto, fácil e simples assim! Elas não têm.
E o pior é quando ela nao sabe disso!!! (não sabem? sei!)
Ta, chega de enrolação...
To falando de CARATER.
To falando daquela joia rara que muitos dizer ter, mas nao tem: HONESTIDADE!
Você aí, você é honesto?
Você tem caráter?
Sei lá, é tão difícil conviver com pessoas que fazem o que for por interesses pessoais... Não estão preocupadas se as pessoas tem sentimentos, vontades, desejos, projetos, se elas tem VIDA PRÓPRIA.
Não, não importa nada disso. Eu vou fazer, não importa se estou sendo desonesto com alguém, eu quero é ser feliz \o/
Felicidade oca!
Felicidade vazia, sem base, sem sustentação...
Porque é uma "felicidade" momentânea, não tem raiz...
Eu não sei porque os valores estão tão distorcidos, não sei porque isso tá tudo errado...
E o que deixa mais indignação é o teatrinho. É aquela sensação de que nada está acontecendo e você está surtanto...
É complicado.
Não adianta, certas coisas não tem como mudar, ou se tiver, as pessoas não estão nem aí pra isso...
Eu só sei que esse tipo de coisa é de cada um, é questão de cada um parar e pensar... Não tem como pegar um martelo, abrir a cabeça da pessoa e enfiar isso lá.
É aquela velha história da Flor da honestidade... Sem dúvidas, se isso fosse feito nos dias de hoje, iriam aparecer as mais belas flores... Flores vazias, sem pureza.
Com certeza tenho muito o que aprender, tenho muito o que entender...
COm certeza...

Nenhum comentário:

Postar um comentário