domingo, 10 de outubro de 2010


" Se acelero os passos sigo a voz do meu coração" (Detonautas)

É sempre mais fácil agir com intolerância do que sentar, conversar e entender a razão dos fatos terem tomado aquele rumo. É mais fácil fechar os olhos do que tentar ver a verdade e entendê-la, ou ao menos buscar isso.
É mais fácil julgar, rir, continuar andando, olhar para o alto, tapar os ouvidos, do que abrir o coração e, realmente, entender as pessoas e as causas que as fazem desistir.
É bem mais fácil complicar.
É mais fácil impinar o nariz do que admitir que você sempre pode aprender, mesmo que você já tenha um conhecimento no assunto. Porque, afinal, somos racionais demais para entender que precisamos uns dos outros.


Não to me referindo a ninguém. O que eu escrevi serve, antes de tudo, para mim mesma. Tenho consciência disso, mas nem sempre me lembro que para que seja real, é preciso colocar em prática, todos os dias.
Talvez seja esse o próximo passo. Um próximo degrau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário