sábado, 18 de agosto de 2012

"Chore, lute! Faça aquilo que gosta!"

A vida é curta. Não precisamos parar para pensar e ver como os dias passam rápidos demais. Todo fim de ano é a mesma frase: Nossa, como esse ano passou rápido.
Sim, a vida é curta demais.
Ontem éramos crianças, hoje já temos milhares de responsabilidades.
Por a vida ser tão breve, acho injusto demais nos dedicarmos para coisas que não nos faça feliz. Não to falando para termos só momentos de lazer e diversão. Estou falando de fazer o que gosta no dia a dia, na rotina, na correria.
Não é todo mundo que consegue se dedicar para aquilo que gosta de fazer. Acho isso uma pena, de verdade.
Vejo que quando as pessoas fazem o que gostam, nos deparamos com profissionais brilhantes, com sorrisão estampado no rosto e uma capacidade incrível de fazer aquilo bem feito.
Sabemos que é difícil fazer sempre o que a gente gosta, mas deixar de correr atrás disso é loucura demais.
Vi uma frase do Einstein que me fez pensar bastante:

"Somos todos geniais. Mas se você julgar um peixe pela sua capacidade de subir em árvores, ele passará sua vida inteira acreditando ser estúpido"

Sério, isso é muito verdade.
Por isso pensei mais ainda na importância de se fazer o que gosta, porque sabemos que a coisa flui.
É importante perceber que, se a vida é tão curta, como podemos insistir em nos dedicar em algo que não tira um sorriso dos nossos lábios?
Por mais difícil que possa ser correr atrás de sonhos, essa frase do Chaplin traduz o que eu penso.

"Chore, lute! Faça aquilo que gosta!"

;)

Já chorei, continuo lutando e garanto: Eu faço aquilo que gosto ♥




Nenhum comentário:

Postar um comentário