segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Tinha que vir para o blog

Segunda-feira já tem má fama. Claro, não é por mal, é que realmente a galera acha que segunda é um dia daqueles.
Queremos tudo no mundo: dormir, comer, assistir, ler... Menos encarar uma segunda.
Não tenho lá muitos problemas com esse dia. geralmente estou cansada, mas não fico carrancuda.

Mas, hoje, é um dia especial. Ou melhor, nada especial.

Acordei 5 horas da matina, morrendo. Dormi mais um pouco, acordei pior.
Levantei cambaleando, meio irritadinha... Mas é só tomar um copão de água gelada que fico bem.

Enquanto eu ia pra universidade esse dia já deu sinais de que não seria dos melhores.
O busão lotado, normal, e eu lá no meio da galera. Uau, isso as vezes é uma aventura.
O ônibus chaqualha daqui, pula dali... Isso nunca dá certo.
Eu estava tranquila quando de repente:

- Bléééééé! Cof cof blééééé!

Ui, que nojo.

Não sou uma pessoa muito fresca, mas jogar o café da manhã na minha frente, dentro de um ônibus explodindo de gente, realmente não é o melhor bom dia que alguém poderia me dar.

Sério, quis morrer.

Tenta imaginar a cena: Eu, verde, tentando sair dali.

Sinceramente eu não sabia se sentia pena ou raiva do menininho que passava mal.
Depois decidi de quem sentia raiva: da mãe dele.
Como pode a pessoa enfiar o piá no ônibus lotado, em um lugar que ele nem consegue respirar direito? Deu no que deu.

Um amigo de infância estava comigo, indo pra facul também, e a gente só conseguia dar risada da situação. Mas eu gargalhava. Sério, eu ria pra não chorar.
Poxa, o caminho é tão longo e lidar com aquela situação era algo tão difícil.

Eu ria, ria, ria, ria. Umas pessoas em volta da gente ria junto. Outras fechavam a cara (medo).

Depois disso o dia seguiu agitado... Não sei porque a vida está assim hoje. Loucura total.
Fiz uma lista de coisas para fazer e já tem 10 ítens. Coisas trabalhosas, sabe?



Nunca fui uma pessoa chata com segundas-feira. No domingo a noite bate uma mini-deprê, mas sempre estou disposta a começar a semana bem.

Mas olha, hoje tá difícil.
Espero, realmente, que as coisas fiquem bem. Aff :D

"Hoje eu só quero que o dia termine bem..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário